A Paz

Gilberto Gil
Composição: Gilberto Gil & João Donato
A paz invadiu o meu coração
De repente, me encheu de paz
Como se o vento de um tufão
Arrancasse meus pés do chão
Onde eu já não me enterro mais

A paz fez um mar da revolução
Invadir meu destino; A paz
Como aquela grande explosão
Uma bomba sobre o Japão
Fez nascer o Japão da paz

Eu pensei em mim
Eu pensei em ti
Eu chorei por nós
Que contradição
Só a guerra faz
Nosso amor em paz

Eu vim
Vim parar na beira do cais
Onde a estrada chegou ao fim
Onde o fim da tarde é lilás
Onde o mar arrebenta em mim
O lamento de tantos “ais”

Educação espiritual

A educação espiritual ensina como manter a mente livre de tensão e flutuação. Uma mente instável está sob influência ruim, provocada por situações humanas. Já, quando você tem percepção espiritual, consegue se manter centrado e protegido. Lembre-se que o mundo é um verdadeiro supermercado de tristeza; não compre nenhuma!

Uma boa educação espiritual ensina como ser prudente nas compras. E mais, recuse-se a aceitar, dos outros e do mundo, nada que não seja felicidade.

(Texto Brahma Kumaris)

Carpe Diem

Calma

A pressa é uma erva daninha.

Ela mata o amor e o impede de ver o verdadeiro sentido da vida.

Você já reparou que tudo o que você faz, é com pressa.

Você se levanta, se veste, come, fala… sempre rápido.

E o que acontece?

No final do dia se sente angustiado e cansado.

Quer mudar isso?

Então comece o dia com uma breve meditação, ajustando respiração e pensamentos.

Assim, mesmo que a rotina diária tente pressionar, você estará preparado para caminhar na velocidade correta.
(por Brahma Kumaris)

 

Carpe Diem

Nas mãos do Destino

neblina
neblina

Um grande guerreiro japonês chamado Nobunaga decidiu atacar o inimigo embora ele tivesse apenas um décimo do número de homens que seu oponente. Ele sabia que poderia ganhar mesmo assim, mas seus soldados tinham dúvidas. No caminho para a batalha ele parou em um templo Shintó e disse aos seus homens:

– “Após eu visitar o relicário eu jogarei uma moeda. Se a Cara sair, iremos vencer; se sair a Coroa, iremos com certeza perder. O Destino nos tem em suas mãos.”

Nobunaga entrou no templo e ofereceu uma prece silenciosa. Então saiu e jogou a moeda. A Cara apareceu. Seus soldados ficaram tão entusiasmados a lutar que eles ganharam a batalha facilmente.

Após a batalha, seu segundo em comando disse-lhe orgulhoso:

– “Ninguém pode mudar a mão do Destino!”
– “Realmente não…” disse Nobunaga mostrando-lhe reservadamente sua moeda, que tinha sido duplicada, possuindo a Cara impressa nos dois lados.

(Conto Zen)
Carpe Diem